RESPONDA

Agora não existe mais dificuldade entre entender o que voc ê está passando durante o momento da gravidez. Seja corajosa e encontre a solução do momento apenas procurando respostas que sejam úteis para a sua gravidez.

Hipertensão relacionada à gravidez

Se você desenvolver pressão arterial elevada quando você está grávida, você tem hipertensão gestacional. Normalmente, ela começa depois que você já está com cerca de 20 semanas de gravidez e vai embora depois que o bebê nasce.

Como ela pode afetar você e seu bebê

Mesmo com a hipertensão gestacional, você tem uma boa chance de ter uma gravidez e um bebê saudáveis, como o que acontece com a maioria das mulheres com esta condição. Mas a pressão arterial elevada pode danificar os rins e outros órgãos. Ela também aumenta suas chances de pressão alta, doenças cardíacas e de ter um acidente vascular cerebral depois de sua gravidez ou mais tarde na vida.

Ter pressão alta reduz o fluxo de sangue para a placenta, o que significa que nem todo o oxigênio e nutrientes que seu bebê precisa são entregues. Isso pode retardar o crescimento do seu bebê, o que pode fazer com que seu bebê nasça pequeno. A maioria dos bebês pode recuperar o atraso em seu crescimento por alguns meses após o nascimento, mas é mais saudável quando eles nascem com um peso normal.

Como diminuir essa condição

Certifique-se de ir a todos os exames com o seu médico. É quando ele vai acompanhar de perto a sua pressão arterial e prevenir possíveis complicações.

A hipertensão gestacional pode levar à pré-eclâmpsia. Isso significa que, além de ter pressão alta, você também tem problemas em seus rins, fígado ou outros órgãos. Inchaço excessivo, como em seu rosto e tornozelos, e proteína na urina são dois sinais comuns de pré-eclâmpsia. As mulheres que têm pré-eclâmpsia são mais propensas a precisar de uma indução ou uma cesariana, e elas têm uma chance maior de ter natimorto.

É importante que você e seu médico trabalhem em conjunto para gerenciar a pré-eclâmpsia. Você deve fazer tudo o que puder para que a pré-eclâmpsia não se desenvolva ou para evitar outras complicações. Com pré-eclâmpsia, uma mulher pode tem convulsões antes ou após o parto. É uma condição rara, mas grave.

Como hipertensão gestacional pode afetar o parto

Se você desenvolver pré-eclâmpsia, você pode precisar ficar no hospital para ser monitorada antes do seu bebê nascer. Também é mais provável que precise ter um parto prematuro induzido ou ter uma cesariana.

Como saber se tenho hipertensão gestacional

Se você tiver algum destes sintomas de pré-eclâmpsia, contate o seu médico.

  • Você se sente inchada, seus tornozelos estão muito inchados, ou a parte superior do seu corpo ou rosto tem inchaço quando você acorda;
  • Você tem dores de cabeça, visão turva, ou sensibilidade à luz;
  • Você tem ataques ou convulsões;
  • Você tem uma dor sob as costelas.
[Webmd]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *