2 anos de namoro


2 anos a 3 anos-NamoroNenhum comentário

Casal de namorados pensativos

Hora de pensar em casamento para os mais maduros, e para os mais jovens, hora de entender como funciona um relacionamento em longo prazo. Costumes e hobbies já foram desenvolvidos em casal, as famílias de ambos já se conhecem suficientemente para combinarem eventos como a virada do ano novo com as duas famílias reunidas, além de o resto do ano todo ser regado a muitos jantares e almoços. Essa interação entre as duas famílias faz com que o namoro fique muito mais leve no sentido de que os pais já ficam mais tranquilos em conhecer a casa e a família nas quais seus filhos passam tanto tempo.

Relacionado  6 anos e 4 meses de namoro

Cinema pode ser um dos programas favoritos dos casais que já estão juntos há um bom tempo. O meio da semana pode ser surpreendido por saídas que fazem com que os dias de trabalho e estudo passem de forma mais rápida e mais prazerosamente. Conquistada a confiança dos pais, essa é a fase perfeita para começar a planejar o futuro juntos.

É comum ver casais de adolescentes que permanecem muitos anos juntos, alguns até chegam a se casar. Assim como também existem os jovens casais que ficam juntos durante dois ou três anos e, de acordo com o crescimento e amadurecimento, preferem conhecer melhor o mundo e suas outras oportunidades. Quando se completa dois anos de namoro, geralmente é uma fase divisora de águas no sentido de que ou se alcança uma maturidade e o relacionamento prossegue com melhorias a cada mês que passa, ou se chega à conclusão de que aquele não é o momento e nem a maneira ideal para o casal se relacionar.Casal de namorados pensativos

Relacionado  6 anos de namorados: Bodas de Rosas

Para os que escolhem seguir adiante é essencial que flexibilidade e paciência ao entender os problemas do parceiro, sejam itens considerados diariamente. Como a intimidade já é algo comum entre o casal, fica mais fácil perder o controle e criar discussões ou brigas por motivos que, na verdade, são insignificantes. Portanto, vale a pena fazer uma reavaliação sobre seu próprio comportamento e pensar como era quando você conheceu seu namorado ou namorada, quais foram suas mudanças, e se tem algo que possa ser melhorado. Esse é um exercício de reflexão sempre muito bom!