Vestido envelope: o curinga de toda mulher

1 de agosto de 2019

O vestido envelope – ou wrap dress – é uma carta no baralho que a mulher brasileira pode apostar. A criação belga continua com toda força nas tendências do país, em vários modelos e cortes diferentes, com estampas criativas e que podem ajudar muito quem deseja esconder aqueles quilinhos a mais. O vestido envelope é amigo dessas mulheres!

No entanto, a composição do look com o modelo envelope deve ser escolhida com muito cuidado para o seu visual não ficar muito “senhoril”. Como esses vestidos são mais recatados, podem oferecer essa aparência – mesmo em quem não deseja.

Qual estampa vai enriquecer meu look?

Se a ideia foi deixar o visual mais moderno, o ideal é apostar nas estampas com padrão mais jovem e descontraído. Como se trata de um curinga, elas existem aos montes e agradam a todo público feminino, com as mais diferentes cores e alguns contam com acessórios. Veja qual cor e estampa combina com o seu estilo!

O modelo, que é caracterizado pelo tecido transpassado no busto, é um grande amigo na hora de esconder os famosos “pneuzinhos” que as mulheres tanto reclamam. Para isso, as cores mais escuras ajudam, ainda podendo contar com cintos e faixas na cintura, que acentuam e modelam o corpo.

Para as senhoras, vale tanto as estampas como os vestidos envelope de cor lisa! Como o modelo propõe um look menos casual, as mulheres mais velhas contam com uma peça não muito justa e que privilegia as suas partes mais ricas do corpo, como seios e glúteo. Portanto, escolha o modelo que mais lhe agrada e pode contar com acessórios.

Tecidos mais maleáveis

Para as fofinhas, a grande dica é apostar no modelo envelope feito com tecidos mais moles, como a malha, com tecidos menos estruturados e mais maleáveis. Isso faz com que as partes fiquem mais escondidas e o vestido não fica marcando – o que é o terror da maioria do público feminino!

Então, as gordinhas também têm o vestido envelope como amigo. São várias estampas e cores. Dessa forma o público que tem algumas dificuldades na hora de compor o look ideal, conta com muitas opções. Invista no modelo.

Como NÃO usar o vestido envelope!

O modelo é vantajoso por inúmeros motivos, já que se trata de uma peça chave do armário de mulheres de todas as idades, que cai bem tanto durante o dia quanto a noite, em ambientes sérios e nos mais casuais também. No entanto, algumas combinações erradas podem ser inadequadas para o tipo de look que deseja.

Sendo assim, existem algumas coisas que as mulheres devem evitar na hora de usar o modelo, que se parece uma junção de saia e blusa. Em noites mais frias, pode-se usar o vestido envelope com botas e meia-calça, porém, evite os tecidos finos nessa época! Nesse caso, Peep Toe, bolsas e acessórios mais formais combinam muito bem.

No verão, evite as peças de cor escura e brilhantes, como o tecido de cetim. Invista nos modelos menos conceituais e mais abrangentes para o dia, como os tecidos de malha, florais e modelos mais descontraídos. Cetim no verão pode causar a sensação de que você fugiu de alguma formatura.

As mulheres de altura mais baixa não devem apostar em modelos longos, pois esses cortes causam a impressão de menor altura ainda. Nesse caso, os vestidos envelope mais curtinhos são ideias e vão bem com acessórios mais simples, como pulseiras fininhas e colares menores.

Por fim, a principal dica, obviamente, é nunca exagerar demais na composição do seu visual. Ou seja, se escolher um vestido estampado, lembre-se sempre de contar com acessórios que não sejam chamativos, enquanto as bolsas e os sapatos devem ser lisos!