Saiba quando e como usar um vestido tomara que caia

6 de agosto de 2019

O modelo tomara que caia é um dos cortes de vestido mais queridos pelas mulheres brasileiras, afinal, moramos em um país tropical e que possui um verão bem quente que sempre lança novas tendências da moda.

No entanto, boa parte das mulheres peca na hora de escolher o tomara que caia e acabam ficando o tempo todo tendo que erguer o busto do vestido ou empurrando para baixo. Para que isso não aconteça, é essencial escolher o corte adequado para cada tipo de corpo, pois um modelo sem alças pode causar muita sensação por onde passa!

Quem NÃO deve usar o modelo?

Para usar o tomara que caia, é necessário estar com o “corpo em dia”, afinal é um look que expõe muito o corpo. Portanto, quem está com aquela gordurinha no braço ou nas costas deve evitar, sob pena de marcar a parte mais ainda.

As mulheres mais baixas, com seios muito grandes e de ombros estreitos e redondos também devem abandonar a pretensão de usar o tomara que caia. O modelo não cai bem para esse tipo de corpo e a moda conta com outras inúmeras tendências que se adaptarão melhor e com mais elegância para esse público!

Para as que têm os seios pequenos, é essencial o uso de uma segunda pele para ajustar o vestido com decote avantajado, que não pode ser frouxo ou, do contrário, você terá de ficar arrumando a todo momento e, claro, as pessoas percebem e é deselegante.

Valorize o seu corpo!

O ideal no momento de escolher o seu tomara que caia é ter em mente que o vestido não deve chamar mais a atenção do que você. O corte é excelente para valorizar o bronzeado da mulher brasileira, portanto, escolha o seu look de forma não muito chamativa e mostre o seu corpão!

Ainda, as mulheres que possuem costas magras e estão com os braços em dia podem apostar nos modelos mais simples de vestidos tomara que caia. Os modelos com cortes mais estruturados, como os vestidos com barbatana entre dois tecidos, são mais seguros.

As mais branquinhas, que não têm aquele bronzeado todo, devem apostar nas tonalidades mais escura, pois o contraste cai bem, enquanto cores como bege e cinza claro podem tornar o look totalmente sem graça.

É importante lembrar também que o tomara que caia deve cair como uma luva no corpo da mulher, sem sobrar espaço. As sobrinhas ficam estranhas e desvalorizam a verdadeira pretensão do vestido, que é a sensualidade.

Tomara que caia para todos os gostos!

Esse modelo não possui limite de idade, como muitos pensam. As mulheres mais velhas e que estão com um corpão podem mostrar à vontade, sem peso na consciência. Basta escolher com prudência o vestido que irá valorizar o charme próprio da idade!

Para as ocasiões mais formais, como casamentos, eventos e formaturas, o tomara que caia é um dos queridinhos do público feminino. Em locais como esses, são várias opções de vestido que podem ser explorados, tanto nos modelos longos como nos médios e curtos.

Escolha o decote que valoriza os seus seios, costas e braços. No busto também existem diversos modelos de cortes que acompanham acessórios, que são ideais para festas mais formais e formam conjunto com o tomara que caia de cores mais escuras e sem estampas!

Agora é só escolher o seu vestido e arrasar. Afinal, o tomara que caia é peça querida pelas mulheres que desejam expor as suas qualidades, sendo totalmente sexy também. Para acertar, basta ter muita cautela, pois um vestido expositivo como esse, se escolhido de forma errada, pode deixar a mulher mais gordinha ou até mais velha.