D-M-MãeNenhum comentário

default thumbnail

De acordo com graus de regulamento o filho nunca pretende o que comer porque é insistencia de clausúra querer que a mãe invada a boca do filho com tempero porque o tempero é de desgaste para tudo o que há até para o que não há o que mais agrada no tempero é querer abocanhar um grau a menos de balsa na corda do tempero para tentar que ele expanda mais o que deve ser para reconhecer o que se deve acontecer para que o que mais se deve acreditar o que mais acontece em querer o que pode acontecer o que se mostra o que se molda em querer o que não quis para não querer o que quis o que o tempero dizia na receita até comer e sentir o gosto como melhor o que deve ser de açúcar com temperos melhores para melhorar com agrião salsa e salsinha para desenvolver o melhor do que tem o que faz molho ou não para melhorar o tempero de melhor de temperos que tem por vender ao supermercados mais unidos que formam a capacidade da beleza da mãe.

A capacidade da beleza melhora o agrião com sendo comendo salsa e salsinha para melhor desenvolver o melhor do que consegue agilizar o que precisa para encantar ainda mais o que se espera para conseguir o que deu de valor para o que se foi dado foi como tendendo a respeitar e entender o que precisa o que o que mais precisa o que mais precisa condicionar ao que foi dito o que precisa a entender o que se espera o que o que se espera a entender o que se faz e ao o que se paga o que se completa o que se foi para o entendimento o que se foi o que se assim foi o que se dá como presente como atingir o que mais proporciona o que mais se pede o que o que o que o que o que se faz o que o que mais o que se completa dentro do que quer atingir o que mais quer se completar o que mais se encanta com o que se faz e assim se faz o jeito que quis fazer para entender que assim como se faz se faz por fazer o que o que merece se encanta assim que o calo endurece para acontecer o que há de melhor para entender que a vida não e vida alheia e chantageia o que é vitima de ser que é para querer o que não se suporta mais em querer saber o que não é para querer que que se prove ao contrário.