Você está aqui: Semana a Semana » Família » Aniversário » Tudo o que você precisa saber sobre fumar durante a gravidez
As semanas da gestação
Navegue pela linha do tempo do seu filho

Tudo o que você precisa saber sobre fumar durante a gravidez

compartilhe esse link: Pergunta:(0) imprimir

As mulheres grávidas que fumam enfrentam muita pressão. O seu médico a pede para parar. Talvez você sinta a necessidade de cigarros para passar o dia. Talvez você se sinta presa porque fumar enquanto estiver grávida põe pressão sobre seus relacionamentos, mas tentar parar também põe. No entanto, você pode fazer isso. Você pode parar de fumar, e isso vai ser extremamente positivo para você e para o seu bebê.

É melhor ainda se você parar de fumar para sempre. Se isso parece muito difícil, então se concentre em desistir durante a gravidez. Existem programas apenas para mulheres grávidas. Você não tem que parar de uma vez. Mesmo se você parar aos poucos, pode reduzir alguns riscos. Faça um esforço para seu bebê e para si mesma – vale a pena.

Como o cigarro afeta seu bebê

Grávida fumando durante a gestação

Grávida fumando durante a gestação

Você já ouviu falar o quão ruim é o cigarro para sua saúde e para você. Fumar também prejudica o desenvolvimento do seu bebê de muitas maneiras. O cigarro leva químicos insalubres para o corpo do seu bebê e reduz seu suprimento de oxigênio. Quando você fuma, seu bebê é mais propenso a nascer prematuro e frágil.

Os bebês que pesam menos de 2 kg, pesando 200 gramas, no nascimento são tidos com “baixo peso ao nascer”. Isso significa que eles têm uma chance maior de desenvolver problemas para respirar, lutando contra a infecção, e para ganhar peso. Alguns bebês com baixo peso e quase todos os bebês de muito baixo peso ao nascer (menos de 1,5 kg) têm que passar um tempo em uma unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) antes que eles possam voltar para casa.

Fumar também aumenta as chances de o bebê ter um defeito no nascimento, como fenda palatina ou lábio leporino. Com estas condições, a boca ou os lábios do bebê não se formam corretamente. Pode interferir na sua capacidade de comer, falar e geralmente requer cirurgia.

Como o cigarro afeta você

Você pode fumar para ajudar a enfrentar o estresse mental, mas cada cigarro aumenta o estresse em seu corpo. Mulheres que fumam têm frequentemente mais problemas médicos quando estão grávidas:

Uma chance maior de descolamento prematuro da placenta. É quando a placenta se descola da parede do útero muito cedo. Ela pode causar hemorragias graves ou trabalho de parto prematuro.

Uma chance maior de placenta prévia. É quando sua placenta está em uma posição tal que pode se romper durante as contrações e causar hemorragia grave. Isso significa que você pode precisar ficar no hospital para tentar atrasar o seu parto. Quando você der a luz, você pode precisar de uma cesárea; parto normal pode ser muito perigoso.

Parar de fumar antes ou durante a gravidez reduz a chance de que você desenvolva um desses problemas.

Fumo Passivo

Mesmo sendo exposta apenas ao fumo passivo enquanto estiver grávida, ainda assim há 20% mais probabilidade de ter um bebê de baixo peso ao nascer. Então, se o seu parceiro ou outra pessoa que vive com você fuma, encoraje-a a parar de fumar.

Você precisa proteger seu bebê da fumaça, mesmo depois que ele nascer. Um bebê exposto à fumaça do cigarro é mais propenso a morrer de síndrome da morte súbita infantil (SMSI). É quando um bebê com menos de um ano de idade morre durante o sono sem motivo claro.

Não há nível seguro de fumo passivo. A fumaça viaja através de aberturas e sob as portas. Mesmo uma breve exposição pode trazer problemas respiratórios para os bebês. Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para reduzir a exposição do seu bebê durante a gravidez e após o nascimento do bebê:

  • Não deixe ninguém fumar na sua casa;
  • Não deixe ninguém fumar no seu carro;
  • Em tempo mais frio, incentive os fumantes a usarem a mesma jaqueta sempre que fumarem ao ar livre e, de preferência, deixá-la do lado de fora;
  • Mantenha seu bebê longe dos lugares onde as pessoas fumam.

Deixar de fumar é difícil, mas não impossível

Agora você tem muitas razões para parar de fumar. Deixar de fumar é uma das coisas mais importantes que você pode fazer para proteger a sua saúde e a do seu bebê. Obtenha ajuda.

Se você não tem certeza sobre como conseguir parar de fumar, fale com o seu médico. Muitas cidades têm grupos de apoio e programas para fumantes que querem parar. O seu hospital ou centro de saúde local também pode ter programas que ajudam as pessoas a parar sem se sentir mal. Você pode até mesmo ser capaz de encontrar um grupo de apoio para grávidas.

Se você não conseguir parar completamente, mesmo diminuindo a quantidade de cigarros que você fuma já é melhor para você e para o seu bebê do que não fazer nada.

Dê a si mesma e ao seu bebê o dom da saúde. Você pode fazê-lo!

[Webmd]



Comente sobre este assunto