DúvidasNenhum comentário

default thumbnail

A gravidez é uma fase de transformações e felicidade por parte da futura mamãe, que logo terá o filho em seus braços para encher de cuidados e carinho, mas muitas vezes a gravidez é também um período de questionamentos, ansiedade e medo, e esses sentimentos são relativamente comuns entre as mamães de primeira viagem.

E, para tentar amenizar esses tormentos, muitas mamães recorrem à terapia feita com florais, que, além de não terem contraindicações, tratam o indivíduo e seus sentimentos, restabelecendo a ordem emocional.

Os florais que podem ajudar com problemas emocionais na gravidez

Os florais têm como principal função equilibrar a mente e o corpo de modo natural para que, dessa forma, consigamos viver em equilíbrio e com mais tranquilidade. Para a futura mamãe, isso é essencial para que sua gravidez transcorra de um modo mais tranquilo e sem perturbações emocionais que podem deixar a mulher mais nervosa, irritada e, até mesmo, depressiva.

Para isso, é preciso entender como cada floral funciona e quando são indicados: Para as mulheres que sentem muito enjoo e tem vômitos matutinos, o mais indicado são os florais Rescue e Crab Apple. Eles ajudam na recuperação rápida da mamãe, além de ajudarem as mulheres que ficam com baixa estima durante o período gestacional e, também, para aquelas que são muito ansiosas.

Para aquelas futuras mamães que sofrem com um descontrole emocional, o Cherry Plum é o mais indicado, já que melhora o auto controle. A combinação de Clematis e Hornbeam ajuda quem sente muito sono e desânimo, dando mais disposição para a gestante.

O Mimulus é muito usado para quem tem medos reais, como o medo do parto, muito presente em mulheres que estão grávidas pela primeira vez. Já para quem sofre com os inchaços e cansaço nas pernas e pés, o Rescue Cream é o mais indicado dos florais de Bach.

Entenda os florais

Um médico chamado Edward Bach identificou na década de 30 alguns estados negativos da mente que fazem com que corpo e mente fiquem em conflito o que acaba fazendo com que as pessoas adoeçam. Com isso, o médico decidiu escolher 38 plantas diferentes, uma para cada um dos estados encontrados, e criou os florais que, além de nos ajudarem a controlar as emoções, restauraram o equilíbrio entre corpo e mente. Mas, para fazer o tratamento floral adequadamente, é preciso que a pessoa tenha um profundo entendimento de suas agonias e medos, e que, assim, possa se tratar com o floral mais adequado.

Vale lembrar que existem terapeutas florais que podem fazer o diagnóstico exato dos medos que afligem a futura mamãe, e ajudá-la da melhor maneira possível. Não é recomendado que se use mais de seis florais diferentes de uma única vez, e a dosagem pode variar de quatro gotas do floral, em quatro momentos diferentes do dia, até uma dosagem maior para quem está em sofrimento emocional agudo.

A futura mamãe também deve fazer acompanhamento com seu ginecologista e, até mesmo, nutricionista, já que muitos sintomas podem ser decorrência da falta de nutrientes e vitaminas, muito comum em quem espera um bebê.

Seja o primeiro a comentar.

Adicione um comentário