Você está aqui: Semana a Semana » Gravidez » Dúvidas » Sua gravidez é de alto risco?
As semanas da gestação
Navegue pela linha do tempo do seu filho

Sua gravidez é de alto risco?

compartilhe esse link: Pergunta:(0) imprimir

A gravidez é emocionante, mas muitas vezes inquietante também. E se houver algum problema?

Ter alguns problemas de saúde específicos pode colocá-la na categoria de uma “gravidez de alto risco”. É um rótulo alarmante, mas isso não significa que algo vai dar errado. A maioria das mulheres com gravidez de alto risco se sai bem. Elas permanecem saudáveis e dão à luz um bebê saudável.

Se você tiver uma gravidez de alto risco, você só precisa trabalhar com sua equipe médica para reduzir suas chances de problemas. Você também pode querer ver um especialista em gravidez de alto risco ou em medicina materno-fetal.

Tenha a gravidez mais saudável possível

Comece aprendendo o que irá aumentar suas chances de ter um bebê saudável a termo.

  1. Manter os compromissos com o seu médico e falar sobre os seus riscos;
  2. Ter uma dieta saudável e não beber álcool;
  3. Manter a faixa de peso sugerida pelo seu médico;
  4. Tomar vitaminas pré-natais para ter certeza de obter o suficiente de ácido fólico, ferro e outros nutrientes essenciais;
  5. Não fumar e evitar o fumo passivo. Se você não for capaz de parar de fumar, converse com seu médico sobre como obter ajuda. Quanto mais cedo você parar, o mais saudável é para você e seu bebê. Mas desistir a qualquer momento durante a sua gravidez terá recompensas que valem a pena;
  6. Não se automedicar, principalmente com medicamentos que o seu médico negaria a você;
  7. Se você bebe ou usa drogas, fale com o seu médico. Você pode confiar nele, e ele sabe onde encontrar ajuda especificamente para mulheres grávidas. Quanto mais cedo você pedir ajuda, melhor será para você e seu bebê;
  8. Trabalhar com o seu médico para administrar problemas como diabetes, depressão, pressão alta, ou infecção.

Siga esses passos para ajudar a melhorar suas chances de ter um bebê saudável, mesmo se você tiver uma gravidez de alto risco.

Sua saúde antes de ter engravidado

Ter problemas de saúde antes de engravidar pode aumentar os riscos durante a gravidez. Trabalhe em conjunto com a sua equipa de cuidados de gravidez – antes de engravidar, se possível – se você tiver algum destes problemas:

  • Doença autoimune;
  • Problemas respiratórios;
  • Depressão;
  • Diabetes;
  • Problemas cardíacos;
  • Pressão arterial elevada;
  • Problemas nos rins;
  • Obesidade;
  • Abortos anteriores;
  • DST ou HIV.

Sua saúde durante uma gravidez de alto risco

Gravidez de alto risco

Gravidez de alto risco

A gravidez pode dar prejuízos para seu corpo. Para que isso diminua, é importante seguir os princípios básicos de uma boa assistência pré-natal:

  • Manter um peso saudável;
  • Reduzir o estresse;
  • Ir a todas as suas consultas médicas.

Isso irá contribuir bastante para garantir que seu bebê nasça saudável.

Em alguns casos, você pode precisar de cuidados médicos extras para ajudar a prevenir o nascimento prematuro ou gerenciar outros problemas.

Diabetes gestacional: alterações hormonais durante a gravidez pode fazer com que o açúcar no sangue fique demasiado elevado. Isso torna mais provável que seu bebê cresça mais do que o habitual. A diabetes gestacional também pode aumentar o risco de pressão arterial elevada. Você pode precisar de cesariana, em vez de parto normal para evitar acidentes com o seu bebê por essas e outras razões.

O risco de diabetes gestacional aumenta se você tiver mais de 25 anos, estiver acima do peso, já teve diabetes gestacional ou um bebê muito grande no passado, ou se alguém na sua família tem diabetes.

Depressão: 14% a 23% das mulheres ficam deprimidas durante a gravidez. Se você está deprimida antes, suas chances de ficar deprimida durante a gravidez são maiores.

A gravidez está associada com depressão por muitas razões. Elas incluem alterações hormonais, cansaço, estresse em casa e falta de apoio. Por sua vez, a depressão pode estar relacionada com problemas durante a gravidez e o parto, baixo peso ao nascer e parto prematuro. Após o nascimento, a depressão pode tornar mais difícil cuidar de si mesma e do seu bebê.

Se você pensa que pode estar deprimida, procure ajuda. Pergunte ao seu médico sobre o tratamento com psicólogos ou remédios. Saiba sobre os riscos e benefícios de tomar medicamentos durante a gravidez ou amamentação. Receber tratamento não só ajuda você a se sentir melhor, mas também irá proteger a saúde do seu bebê.

Pré-eclâmpsia: esta condição causa pressão arterial alta, inchaço e proteína na urina enquanto estiver grávida. Ela coloca todos os seus órgãos vitais sob estresse e pode ser grave. Ela pode restringir o fluxo de oxigênio do seu bebê.

Ninguém sabe ao certo o que causa a pré-eclâmpsia. Você tem uma chance maior de pré-eclâmpsia se você for mais velha, tiver excesso de peso ou se teve pressão alta ou diabetes antes de engravidar. Estar grávida de mais de um bebê também aumenta o risco.

Trabalho de parto prematuro: o trabalho de parto que começa antes de 37 semanas é chamado de pré-termo ou prematuro. Aproximadamente 12% dos bebês nascidos nos Estados Unidos nascem muito cedo. Prematuros têm maiores chances de problemas de saúde ou atrasos de desenvolvimento ao longo da vida. Quanto mais cedo o bebê nasce, maiores os riscos para a saúde. O trabalho de parto precoce é mais provável se você tiver infecção, um colo encurtado ou se teve parto prematuro no passado. O seu médico pode tentar atrasar o trabalho de parto ou acelerar o desenvolvimento dos pulmões do bebê com medicamentos.

Gêmeos ou trigêmeos: mulheres com mais de um bebê tendem a entrar em trabalho de parto prematuro. Elas também são mais propensas a desenvolver diabetes gestacional e pré-eclâmpsia. Tenha em mente que a maioria dos múltiplos nasce saudável, mas eles têm um maior risco de problemas de saúde a longo prazo, tais como atraso no desenvolvimento ou paralisia cerebral.

Obesidade: se você estiver com sobrepeso ou obesa, você pode ter um maior risco de desenvolver pré-eclâmpsia ou diabetes gestacional enquanto estiver grávida.

[Webmd]



Comente sobre este assunto