DúvidasNenhum comentário

Quando as mulheres decidem por um parto normal, já sabem que vão enfrentar um processo corporal intenso, único, e que muitas mulheres definem como doloroso, mas muito especial. Se existe uma dor na vida que vale realmente à pena essa é a dor do parto, pois dessa dedicação é que nasce uma criança linda, cheia de vida e que vai trazer alegria para sua nova família.

Mas, quanto tempo demora um parto normal? A resposta para essa pergunta é científica, porém é necessário alertar de antemão que, como todos os processos biológicos, a regra possui exceção.

Cada corpo corresponde de uma maneira aos processos, transformações e efeitos biológicos. No parto isso não é diferente. Uma informação categórica com relação ao parto, por exemplo, é que muitas mulheres se queixam de muita dor, enquanto outras declaram que a dor não foi tão grande assim.

Com o tempo não é diferente, pois pode durar tempos variados, de acordo com as pessoas. Portanto, o mais importante é você saber quais são os estágios de um parto normal e quanto tempo tem um parto normal de forma geral, quando todos os estágios são ultrapassados sem complicações.

Estágios do parto normal

O parto normal é dividido basicamente em três estágios. O primeiro estágio do parto normal pode ser chamado de pré-parto ou fase latente. Neste momento, a mulher grávida, pronta para começar o processo de dar à luz, começa a sentir fortes contrações, contrações essas muito mais doloridas do que as contrações normais durante todo o período de gravidez. As contrações costumam ocorrer com muita frequência nesta fase. Normalmente, elas ocorrem de cinco em cinco minutos.

Ilustração dos estágios da gravidez

Ilustração dos estágios da gravidez

Nesse período, por causa da alteração física sofrida no colo do útero, é normal vir um pequeno sangramento, sendo que a textura física do colo do útero sofre alteração, fica mais mole, para que o bebê consiga ultrapassar a barreira.

A segunda fase do nascimento do bebê já é dedicada ao trabalho de parto considerado ativo. Depois da primeira fase, marcada por fortes contrações, leve sangramento e muita dor, começa o trabalho de parto propriamente dito.

Nesta etapa, o colo do útero já está dilatado, normalmente em quatro centímetros. As contrações ficam realmente muito intensas, com duração de um minuto e meio, em média, com intervalos de 3 minutos na maioria dos casos. Nessa etapa, a mulher ainda consegue se manter ativa, ou seja, andar e fazer outras atividades corriqueiras.

Faça exercícios de respiração para relaxar e para aliviar um pouco as contrações. A respiração deve ser calma para ajudar na concentração, algo essencial para facilitar o parto normal.

Perceba os detalhes

Na segunda fase é muito importante você parar para sentir como seu corpo está correspondendo ao processo do parto. Perceba a duração das contrações, a intensidade da dor e se prepare para a próxima etapa.

Nesta fase, pode acontecer o rompimento natural da bolsa. Se isso não ocorrer naturalmente, alguns médicos preferem fazer o rompimento manualmente. Após o rompimento da bolsa, as contrações ficam muito mais fortes e doloridas.

Terceira etapa

A terceira etapa consiste basicamente no término da dilatação do colo do útero, que pode alcançar dez centímetros. Normalmente a mulher sente, nesta etapa, muito frio e enjoo. O momento requer respiração em ritmo.

A terceira etapa já é a fase do momento de expulsão, como chamam os médicos. O corpo da mulher, com a ajuda da equipe médica, começa a expulsar a criança através da vagina. A saída da placenta pode levar 15 minutos, em média.

De uma forma geral, esse é o processo de um parto normal. O tempo de todo esse processo pode variar de mulher para mulher, mas, em média, as duas últimas fases do parto podem levar entre 12 e 18 horas.

corrente de ora���§���£o

Seja o primeiro a comentar.

Adicione um comentário