DoresNenhum comentário

Criança com 4 anos e 1 mês de idade

Aos quatro anos e um mês de idade, seu filho está amadurecendo no que diz respeito a inteligência emocional. Mais do que nunca, ele está curioso em relação ao mundo e está ávido pelo exercício de relações sociais com seus coleguinhas. Nessa idade, segundo o psicólogo Baron-Cohen, elas estão desenvolvendo a “teoria da mente”, que é, em tese, a capacidade humana de aferir o estado mental das outras pessoas. Ou seja, nessa idade eles estão aprendendo a entender os próprios sentimentos e também a interpretar e a agir rente a necessidade dos demais.

Criança com 4 anos e 1 mês de idade

Por conta disso, nessa fase é comum que as crianças sintam ciúmes de seus pais, principalmente no caso de pais separados que se envolvem em outros relacionamentos. Paciência e diálogo aqui são fundamentais. Os pais devem ajudar as crianças a entender que o lugar delas está seguro no coração dos pais, mas que é importante que eles se relacionem também com outras pessoas. Os pais devem, nesse sentido, explicar para as crianças que um dia elas também vão crescer e vão querer ter um companheiro, que isso não é algo ruim, ao contrario, é algo natural e desejável.

Lidando com a curiosidade

Como a linguagem a criança já é bem sofisticada nessa idade e o interesse dela em relação ao mundo é muito grande, é inevitável que a criança dirija aos pais, amiguinhos, professores e a outras pessoas uma série de perguntas que, por vezes, podem ser bastante embaraçosas. Por exemplo, eles são muito curiosos e frequentemente esboçam difíceis perguntas sobre a vida ou sobre de onde vêm os bebês.

Paciência e diálogo são, novamente, a solução. Responda o que seu filho te perguntar e, além do mais, ensine para ele sobre as crenças da família. Mostre como ela pode explicar uma série de facetas relativas aos estágios da vida. Todos os pais são diferentes, por isso, é importante lembrar que não há uma única receita de bolo que contenha o melhor método de lidar com seu filho. Você mais do que ninguém pode interpretar o que ele sente e saberá como agir frente a isso. O importante é que os pais sejam seguros de si e que oportunizem aos filhos um cenário familiar amistoso e acolhedor.

corrente de ora������§������£o

Seja o primeiro a comentar.

Adicione um comentário