Você está aqui: Semana a Semana » Gravidez » Dores » Criança com 3 anos de idade
As semanas da gestação
Navegue pela linha do tempo do seu filho

Criança com 3 anos de idade

compartilhe esse link: Pergunta:(0) imprimir

Finalmente, a época tão esperada pelos papais: o seu bebê completou três aninhos de vida e a fase passou tão rápido que você dirá que nem viu passar, não é mesmo? Pois é, mas as mudanças foram tantas que certamente você percebeu sim!

Para se ter uma noção, com essa faixa etária você não precisa mais fazer aquele esforço para entender o que o seu filho fala, pois tanto a dicção, como as noções de gramática já são altamente desenvolvidas com os três anos do pequeno. As frases já começam a ser construídas com mais palavras e o vocabulário pode variar entre 300 a até 1000 palavras!

Criança com 3 anos de idade

Agora, o seu filho já tem um diploma em mãos: o de tagarela. Com os três anos, ele já responde as suas perguntas e pergunta de montão. O orgulho que passam para os papais é secundário, pois eles adoram o fato de estarem mantendo um diálogo! Talvez, o plural e a conjugação verbal correta já comecem a aparecer com essa faixa etária.

Se você já tirou a fralda ou não, com três aninhos é normal que os pequenos cometam alguns acidentes, especialmente durante a noite e para os meninos, que tendem a ter esse problema mais prolongado do que as mocinhas.

Três anos de vida também é a fase de adicionar um amigo imaginário na rotina: ele brinca junto com seu filho e, depois, também quer comer na mesa com vocês. Alguns pais de primeira viagem podem achar que isso é negativo, mas, na realidade, é ótimo, pois crianças com amigos imaginários são aquelas que se tornarão adultos criativos, independentes e sociáveis! Tente observar as relações que seu filho cultiva com esse amigo, que pode ser um animal ou uma criança, que pode ter características ou um nome. Lembre-se de sempre respeitar esse amigo, mas nunca o coloque a frente do pequeno ou se envolva demais no assunto.

Com essa idade, seus filhos já começam a se socializar com frequência com os pequenos da mesma idade. Mas, mesmo assim, alguns conflitos envolvendo os brinquedos ainda são comuns. Por isso, comece a negociar com eles: “deixe o Lucas brincar primeiro com o brinquedo, e depois você filho”. Geralmente, as crianças aceitam essas negociações na boa!



Comente sobre este assunto