Você está aqui: Semana a Semana » Gravidez » Alimentação » Como evitar a anemia na gravidez

Como evitar a anemia na gravidez

compartilhe esse link: comentários (0) imprimir

Os nove meses de gestação, sem dúvida, marcam um período muito especial na vida da mulher e de toda a família que a rodeia, cobrindo-a de cuidados. Afinal, todos querem que a mamãe e o filho tenham o máximo de saúde e qualidade de vida possível, pois ao final da gravidez, ninguém mais aguenta de ansiedade para ver o rosto do bebê tão aguardado!

Para que a criança venha ao mundo de forma saudável, é necessário que a mãe tenha muito cuidado durante a gestação, alimentando-se corretamente e praticando atividades físicas regulares e moderadas, para garantir que o bebê tenha um bom desenvolvimento em todos os seus órgãos e sistemas.

A partir do momento que a mulher está gerando uma nova vida em seu ventre, ela fica mais sensível e, consequentemente, predisposta a adquirir algumas doenças, que podem ser tão prejudiciais para ela quanto para o bebê. Uma delas é a anemia, bastante grave, inclusive, cujo maior sintoma é o excesso de sono e cansaço. Quando a gestante é anêmica, o feto corre o risco de ter má formação em algum de seus órgãos, além disso, caso a mulher perca muito sangue no parto, o quadro irá se agravar de maneira significativa.

O ideal é que a mulher grávida faça exames de sangue mensalmente, medindo a quantidade de hemoglobina e de ferritina, apontando se ela está ou não com anemia. Se estiver, precisará fazer o tratamento correspondente para reverter o quadro. No entanto, não se deve esperar a doença chegar, o ideal é tomar algumas medidas que possam prevenir a anemia, inclusive porque a doença costuma ser comum no segundo e terceiro trimestres, quando ocorre o aumento da quantidade de líquido no organismo da gestante, por isso, todo o cuidado é pouco.

A gestante precisa ter uma alimentação muito rica em ferro durante os nove meses, afinal, esta substância favorece a produção do pigmento sanguíneo chamado hemoglobina, evitando, desta forma, um quadro de anemia. Os alimentos ricos em ferro são: a carne bovina e de frango, os peixes, o fígado de boi, o feijão e vários outros. Uma dica importante: quando o ferro é associado com a vitamina C, sua absorção é ainda mais rápida e eficiente, portanto, que tal acompanhar o almoço com um bom suco natural de laranja?

Alimentos ricos em ferro pode ser benéfico para a saúde da mãe e do bebê

Alimentos ricos em ferro pode ser benéfico para a saúde da mãe e do bebê

Os vegetais escuros também são fontes de ferro, como a couve, por exemplo. Uma mulher no período gestacional precisa consumir diariamente o dobro de ferro se comparada com outra pessoa, portanto, deve comer carne duas vezes ao dia para garantir que não ficará abaixo da quantidade certa. Outra dica interessante é evitar o hábito de comer chocolate ou tomar café logo depois das refeições, pois eles podem dificultar a absorção de ferro pelo organismo, por isso, deve-se esperar pelo menos duas horas entre a refeição e o chocolate ou café.

Alguns médicos indicam a suplementação de ferro durante o segundo e terceiro trimestres da gravidez, pois como já mencionado, são fases em que o risco de se contrair anemia é maior. Outra dica para prevenir essa doença é comer morangos! Isso mesmo, as frutinhas vermelhas são excelentes opções de lanches para as gestantes, pois trazem grandes benefícios para o sangue.

Lembre-se de que a saúde e o bom desenvolvimento do seu bebê dependem, em grande parte, da qualidade de vida que você leva, por isso, procure cultivar hábitos saudáveis, pois quando seu filho nascer de forma perfeita e sem nenhum problema, todo o seu sacrifício terá sido recompensado. Alimente-se adequadamente para prevenir a anemia e todos os males que ela causa.

Comentários

Comentários



Comente sobre este assunto