Você está aqui: Semana a Semana » Crianças » Higiene » Reposição de vitaminas na gravidez
As semanas da gestação
Navegue pela linha do tempo do seu filho

Reposição de vitaminas na gravidez

Único: Pergunta:(0) imprimir

Para garantir o crescimento e desenvolvimento saudável do seu filho durante a gestação, é essencial que alguns cuidados sejam tomados principalmente na alimentação, para que ele tenha à sua disposição todos os nutrientes e vitaminas necessárias para o desenvolvimento.

Entre os alimentos que não podem ficar de fora, devemos destacar as fibras, frutas, verduras, derivados do leite e proteínas. Mas, além disso, muitas são as vitaminas que não podem ficar de fora.

Sobre a reposição de vitaminas

Em grande parte dos casos, a reposição de vitaminas ou de minerais irá ocorrer unicamente em casos específicos. Para a mãe que é vegetariana, por exemplo, o médico irá lhe recomendar a reposição das vitaminas D e B12. Já uma grávida que não consuma com frequência os derivados do leite, vai provavelmente precisar repor de outra forma o cálcio, como por meio da couve ou do feijão.

Grávida segurando cápsulas de vitaminas e verduras na mão

Grávida segurando cápsulas de vitaminas e verduras na mão

Já a deficiência do ferro, por exemplo, pode ocasionar na anemia, que ocorre com muita frequência na gestação. Sendo assim, é ideal ingerir diariamente pelo menos três porções de alimentos ricos em ferro, como também é o caso do feijão e, também, da carne de fígado.

A vitamina D

A vitamina D é certamente a vitamina que a grande maioria dos indivíduos tem dificuldade em suprir com as suas quantias diárias. Isso ocorre pelo fato de que a vitamina D não está presente com frequência nos alimentos do dia a dia e, por isso, nem sempre conseguimos ter os níveis de vitamina D corretos.

Além da alimentação, a vitamina D também é suprida com a exposição do indivíduo no sol. Assim, entre 10 e 20 minutos de exposição diária da grávida no sol (sem protetor solar) é essencial para adquirir a vitamina D.

Além disso, a vitamina D também auxilia em muitos outros aspectos na gestação da mulher, auxiliando, é claro, no crescimento e desenvolvimento do bebê. A vitamina D é responsável por combater altos níveis de hipertensão, controlar o peso e, ainda, prevenir as doenças de ossos, como é o caso da osteoporose.

Sendo assim, ela é essencial para desenvolver bem os ossos do bebê, além de ser também responsável pelo aumento das células que destroem os invasores no nosso sistema imunológico, tornando o seu bebê forte desde a gestação.

Geralmente, a vitamina D é a que mais precisa de reposição na gravidez. E, entre os alimentos que são ricos em tal vitamina podemos dar destaque para o óleo de fígado de bacalhau e o óleo de salmão, as ostras cruas, leite fortificado (é possível encontrar leites especiais para quem precisa de vitamina D), manteiga, ovo cozido, carnes bovinas e demais peixes.

Por conta disso, em meio à sua gestação, é ideal que você atente para a sua própria alimentação, afinal, é a alimentação do seu bebê que está em jogo, assim como o crescimento e o desenvolvimento do mesmo. Quando a alimentação já é saudável em meio à gestação, o seu filho já nasce com saúde, o que o torna muito mais forte para enfrentar os desafios do dia a dia logo após os primeiros dias de vida.

5 semanas de gravidez é um período extremamente importante de desenvolvimento intra-uterino. Neste momento, todos
O que mais se precisa quando está ao lado de uma família que está de
Na hora certa você precisa saber que está ao alcance de saber o que está
O que precisa dizer quando o filho está com o infimo de querer fazer o
O que é estar pensativa quando precisa estar para o que precisa entender que é


Comente sobre este assunto