Você está aqui: Semana a Semana » Crianças » Higiene » Pode fazer Dieta durante a Gravidez?
As semanas da gestação
Navegue pela linha do tempo do seu filho

Pode fazer Dieta durante a Gravidez?

compartilhe esse link: Pergunta:(0) imprimir

Uma das maiores preocupações das futuras mamães é quanto ao ganho excessivo de peso durante a gravidez. Como não existe milagre que garanta a manutenção do peso ideal, os cuidados em garantir uma alimentação saudável e um programa de atividades físicas compatível com o estágio da gravidez são importantes para garantir uma gestação saudável. Fazer dietas para perder peso não é recomendável, pois pode interferir na quantidade e qualidade dos nutrientes repassados ao bebê, mas controlar é necessário, porque o excesso de peso pode ser prejudicial para os dois.

Mesmo controlando a alimentação, o ganho de peso é normal e pode variar de mulher para mulher. O próprio bebê, a placenta e a maior retenção de líquidos contribuem para o ganho de peso. É muito comum ouvir que a grávida está se alimentando por dois. Isso não é necessário e nem recomendável. Entretanto, nesse período, a mulher deve aumentar o consumo de calorias para garantir a nutrição do bebê. Durante a gravidez a mulher não pode recorrer a regimes severos ou fazer uso de medicamentos para controle de peso ou passar fome, mas deve controlar sua alimentação sem prejuízos para o bebê.

Importância de uma alimentação saudável na gravidez

A alimentação é importante em todas as fases da gravidez. O consumo de alimentos ricos em sais minerais, vitaminas e fibras, presentes nas frutas, verduras e cereais integrais contribuem para a saúde e a manutenção do peso e ainda garantem a nutrição do bebê. Fazer uma dieta balanceada e nutritiva não é sacrifício e ainda contribui para que a mulher mantenha sua saúde em perfeitas condições para ter um parto tranquilo.

Mãe alimentando bebê com leite materno

Uma alimentação saudável pode garantir leite materno de qualidade, que é fundamental para o bebê

A alimentação interfere até no leite materno, tão importante para o bebê. Nutricionistas aconselham o consumo de, pelo menos, uma fruta em cada refeição, muita salada, tanto no almoço como no jantar, diminuir para, no máximo, cem gramas, a quantidade de arroz, feijão e carne e evitar o consumo de doces, bolachas e pães brancos. Cafeína e álcool devem ser riscados da lista durante a gestação. Com uma alimentação saudável, as futuras mamães conseguirão manter o peso, mas para não passar fome, devem fazer de cinco a seis pequenas refeições por dia.

Exercícios durante a gravidez: pode ou não?

Os exercícios físicos não são proibidos, pelo contrário, mas devem obedecer alguns limites. Assim, antes de iniciar um programa de atividade física, a futura mamãe deve consultar o seu médico para que ele determine quais e a quantidade de exercícios que podem ser praticados. A atividade física bem planejada contribui para controlar o peso e a saúde da mulher, além de melhora sua autoestima e condicionamento físico. Ao longo dos nove meses esses exercícios vão se adaptando, sempre respeitando as limitações impostas pela gravidez, que varia de mulher para mulher. Em todos os períodos, uma caminhada, por exemplo, é muito saudável e não prejudica a gestação. Quanto ao peso, o ideal é que mulher chegue ao final da gravidez com no máximo 12 quilos acima do peso inicial.

Dieta e Regime: permitidos ou não?

Os regimes de emagrecimento devem ser evitados durante a gravidez. O emagrecimento tende a diminuir a ingestão de vitaminas e sais minerais, importantes para garantir o desenvolvimento do bebê e para impedir que a mulher fique anêmica durante o período gestacional. Se a mulher já apresentava excesso de peso ao engravidar, terá de melhorar a qualidade de sua alimentação para que o peso não aumente ainda mais. Em caso de aumento expressivo, o médico deve ser consultado para iniciar a prática de exercícios físicos para ajudar no controle do peso. Já as mulheres magras terão mais liberdade para se alimentar, mas, mesmo assim, tem de se cuidar para não prejudicar o desenvolvimento do bebê. Em qualquer situação, o mais importante é a futura mamãe manter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos moderados durante a gestação para estar bem no momento do parto e o bebê ao nascer, esteja saudável. Dieta sim, mas regime não!



Comente sobre este assunto