Você está aqui: Semana a Semana » Casamento » 8 anos e 5 meses de casados

8 anos e 5 meses de casados

compartilhe esse link: Pergunta:(0) imprimir

Oito anos e cinco meses de casamento feliz não é para qualquer casal. Depois de alguns anos, o desgaste é natural em qualquer forma de relacionamento, e, em um casamento, não é diferente. Os desentendimentos, a falta de carinho e de cumplicidade passam a acontecer com mais frequência. Apesar de tudo isso, virar esse jogo é possível. Mas, para manter o amor, a paixão e o desejo depois de anos de casamento, a tarefa é diária.

As diferenças fazem parte da vida de cada pessoa, mas saber conviver com elas e aproveitá-las para que contribuam para apimentar e não destruir uma relação é muito importante. Surpresas, agrados, carinhos fazem parte da reconquista diária para manter acesa a chama da paixão. O casamento é como uma planta: tem de ser regado todos os dias.

Esposa dando presente

Sempre ouvimos dizer que namoro e casamento são coisas diferentes e que tudo muda (para pior…) depois do casamento. E muda mesmo! Mas, para evitar o fracasso e obter sucesso no casamento, é necessário fazer coisas que renovem e apimentem a relação. São necessários novos elementos para evitar a acomodação e a rotina. Um programa romântico, por exemplo, poderá proporcionar momentos inesquecíveis para os dois.

Sites de relacionamentos, horóscopos, rezas, simpatias e rituais, entre outros, oferecem proteção, felicidade e, especialmente, fidelidade em suas fórmulas mágicas para a manutenção de um relacionamento feliz e duradouro. Mas na vida real, as coisas não acontecem sem o esforço do casal. Em busca da felicidade no casamento muita gente comete loucuras. Recentemente, em Curitiba, uma mulher caiu em um golpe, aplicado por uma cartomante, que prometeu trazer seu marido de volta em troca de um depósito de R$ 380 mil em sua conta. Como era de se esperar, a mulher perdeu o marido e o dinheiro!

Fórmulas mágicas não existem, mas uma dica importante para fortalecer o vínculo entre do casal é o compartilhamento dos acontecimentos do dia a dia de cada um os parceiros. Além disso, o respeito à individualidade de cada um contribui para evitar as frustrações da vida comum. Projetos pessoais jamais devem ser abandonados apenas para agradar o parceiro. Se você está realizado e feliz poderá contribuir para a satisfação do outro.

Mesmo admitindo que a paixão inicial possa não ser mais a mesma, o casal tem de buscar na cumplicidade e no amor as forças para alcançar a felicidade. Para a cigana Titi Vidal, “o amor construído certamente terá o poder de reacender a paixão muitas vezes ao longo da vida”.



Comente sobre este assunto