CasamentoNenhum comentário

Casal brigado

O casamento é uma união importante entre duas pessoas, é o sonho da maioria das mulheres e, no fundo, também dos homens, que insistem em tirar sarro dos amigos quando estes resolvem se casar. O homem precisa de uma mulher, assim como a mulher precisa do homem. A natureza (ou Deus, se você for religioso) fez tudo desta forma. Quando um casal se une, tudo deve acontecer da forma mais natural possível, não forçada, não contra a vontade de um ou de outro. Assim, quando chegarem ao período de quatro anos e nove meses de casamento, as coisas certamente estarão boas ainda.

O período até os cinco anos de casamento é um período crucial na união. É um período de afirmação, onde tudo que acontece pode influenciar no restante da relação. Ou, pode acabar com ela, antes deste período turbulento acabar. Não que nos outros anos seguintes não haja brigas, discussões ou problemas. Mas este é um período relativamente recente do casamento e a vida de solteiro ainda está relativamente ‘fresca’ na memória dos dois, onde qualquer briga, faz com que se lembrem da vida que tinham antes e fraquejem.

Casal brigado
Este fato de fraquejar durante uma briga e pensar no que podia fazer antes do casamento é comum antes dos cinco anos de casados. É bem verdade que muitas coisas eram possíveis antes do casamento. Afinal, era só você e sua liberdade. Porém, com o casamento, outros benefícios surgem e é preciso mudar um pouco a mente para entender quais são estes benefícios. A vida em família, a vida a dois, tem suas vantagens, a segurança de ter um parceiro, um amigo, alguém em quem podemos confiar, isso é realmente importante numa fase de nossa vida em que os amigos já não são suficientes.

No fim das contas, com o período mais difícil quase terminando, já que já são quatro anos e nove meses juntos, o casal pode começar a aproveitar a superação de uma dificuldade que é mudança de rotina de solteiro para casado. Mas, agora, outra rotina pode incomodar: a rotina do casamento. Não deixe tomar conta: inove!

corrente de oração

Seja o primeiro a comentar.

Adicione um comentário